As Salésias



No dia 29 de Janeiro de 1928, faz hoje 81 anos: o Belenenses inaugurou o Campo das Salésias, mais tarde chamado Estádio José Manuel Soares "Pepe".

Ou seja, há 81 anos, o Belenenses já tinha feito o que a maior parte dos clubes não fizeram até hoje: construir um Estádio à sua custa. Mais até do que à sua custa, porque ainda tinha que dar 6% de todas as ruas receitas líquidas e o produto de um festival anual para uma instituição de beneficência.



Espaço mítico do nosso clube, o Belenenses viveu horas de felicidade e de drama nas Salésias: ali sediado, foi 2 vezes Campeão de Portugal e 1 vez Campeão Nacional, recebeu e venceu algumas das melhores equipas europeias, conquistou títulos em outras modalidades, viu chegar e jogar ídolos atrás de ídolos: Augusto Silva, Pepe, Amaro, as Torres de Belém (Feliciano, Vasco e Capela), Artur Quaresma, Scopelli, Rafael, Matateu, Vicente, Di Pace, José Pereira e tantos outros... E perdeu (roubadíssimo, pois não nos validaram 3 golos limpos e inventaram um penalty contra nós) um campeonato a 4 minutos do fim, e foi corrido ao pontapé pela Câmara de Lisboa, sem nada receber, ao contrário do Benfica e do Sporting.



Ainda, as Salésias foram um símbolo da capacidade de realização, da coragem pioneira e do espírito progressivo do Belenenses: o primeiro estádio relvado de Portugal, o primeiro com bancadas cobertas, o primeiro com bancadas de cimento, o primeiro com campo de treinos, a casa da Selecção Nacional...e pista de Atletismo, de Ciclismo, Recinto para modalidades, ginásio, sala de troféus, o Monumento a Pepe (depois levado ao Restelo) - enfim, toda uma obra imensa!

E tiraram-nos. Merecemo-las de volta!

0 comentários: