Belenenses 0 - Leixões 1: AZar e AZelhice, e ficamos cada vez Pior (não Mior)

Péssima prenda de aniversário para o Belenenses e para a Fúria Azul. Mais uma derrota, 1 ponto em 4 jogos e penúltimo lugar na classificação.
Como se isto não fosse já suficientemente mau, houve ainda lugar a mais perseguições aos adeptos resistentes. Na bancada dos sócios do Belenenses, a escassez de portas abertas provocou filas incríveis - ainda se fosse por haver uma enorme assistência....mas não: pouco mais de duas mil pessoas estiveram no Restelo. Ao intervalo, outra situação surreal: os sócios não podiam passar uma barreira colocada a 5 metros dos degraus para a bancada e dos bares!!! Para terminar, deu-se ainda uma despropositada investida contra os adeptos do Leixões no fim do jogo, pelo simples facto de terem saltado para um anel inferior das bancadas do Topo Norte, para recolher algumas camisolas atiradas pelos seus jogadores. Aparentemente, um adepto terá sido detido! Vergonhoso! Os adeptos leixonenses fazem 600 km para vir ver a sua equipa numa 2ª feira, não fazem mal a ninguém, limitam-se a festejar a vitória, e sofrem uma investida policial!
Para este jogo, a Fúria Azul preparou uma coreografia simples pare celebrar o seu aniversário. Na rede foi colocada a frase "24 anos de Fúria". Aquando das entradas das equipas, abriu-se um plástico com um bolo (de anos) e velas, com alguns Furiosos a erguerem estandartes em forma de velas.
Na 2ª parte, foram exibidas faixas com a histórica frase pronunciada pelo Lú na última AG:
Tenham colhões, sejam do Belenenses!
De facto, é preciso tê-los para resistir a tantas adversidades e permanecer fiéis, para não ser de um dos três metralhas ou do clube "lá" / "cá" da terrinha.
A Fúria, embora não tenha tido uma grande presença numérica - pessoal, não é tempo de voltarmos em força???!!! -, teve uma prestação bastante positiva em termos de apoio, especialmente na 2ª parte, e apesar do resultado negativo.
Quanto ao jogo, o Belenenses entrou mal em ambas as partes mas acabou por se apoderar do domínio do encontro, criando bastantes mais oportunidades que o adversário. Isto mostra que há qualidade para saírmos desta situação, até porque o Leixões mostrou ser uma boa equipa. Só que faltou-nos mais garra, mais killer insctint, mais consistência. ..
Houve 3 alturas decisivas do jogo: o fim da 1ª parte em que falhámos oportunidades escandalosas; entre os 70 e os 75m, em que Alex, defesa central esquerdo se lesiona (mais um!), e a defesa ficou descompensada; os 10 minutos a seguir ao golo, em que voltámos a perder várias oportunidades: mérito do GR leixonense, atrapalhação, falta de sorte (bola na trave) e uma insolita decisão arbitral (mais uma habilidade) ao apitar um livre a nosso favor... depois de ver que um jogador azul ficava completamente isolado, com grandes possibilidades de fazer o jogo.
Enfim, um misto de azar e de azelhice. Não tivemos sorte no jogo mas também não a soubemos conquistar.
Mas a nossa luta continua. Sábado, o jogo é com a Naval, na Figueira da Foz, às 19h45m, com saída do Restelo às 16h30. Preço: 9, 5 €. Inscreve-te pelo tlm: 912189129.

BELÉM ATÉ MORRRER!


2 comentários:

Anónimo disse...

a coisa tá negra

ULTRAS 1984 disse...

hoje deviamos estar atmbem em força no treino á tarde a pedir sastifaçoes a eles mas nao,tivemos simplesmente 3 furiosos a pedir sastifaçoes ao silas e por fim ao mior.
ainda tivemos tempo para dar umas achegas nuns jornalistas que la andavam que nao nos largavam a berguilha.
nossa força é na bancada durante os 90 minutos mas tambem fora dela mostrar que nós tamos lá e conosco nao brincam.